Translate translator 翻訳 Переводчик





Ao cair da tarde


Caminhamos juntinhos
lado a lado na vida
pensando
em nós e no futuro
como irá ser
nos filhos que onde vir
no nosso entardecer
na paixão que nos guia
no dia de hoje
como será o de amanhã
nos sonhos adiados
que julgamos passados.
Instala-se a duvida
como irá ser?
respiro fundo
renovo a esperança
sinto-me criança
espera!
cada dia é um dia
um passo de cada vez
Dá-me tua mão vem
ainda há tempo para viver

António Gallobar

8 comentários:

Delirius disse...

Olá António!
No caír da tarde é a hora mais bonita para caminhar juntos, de mão dada, sobretudo à beira mar!
Há sempre tempo para viver!
É bom quando se sabe acompanhar o entardecer das nossas vidas!
... e quando se vive uma vida inteira, num espaço de tempo que parece curto e que há vezes já se julga perdido :)
Muito lindo e terno o teu poema, António!
Beijo! Resto de domingo feliz!

Francisco disse...

Amigo António.
Que belo poema "preocupado" e "apaixonado".
Que bom, num final de domingo, ler um texto tão bom. Só podia ser seu.
Um abraço!

Alvaro Oliveira disse...

Amigo António...

Ao caír da tarde...bonito
poema, caminhar juntos, pensando
no futuro, mas sempre dando um
passo de cada vez.

Parabéns

Um grande abraço

Alvaro Oliveira

Jay Dee disse...

Boa semana!

lagrima disse...

Este fim de tarde que aqui nos mostras, dorado e anil tem um "ar" misteriosamente tranquilo, bem como o teu poema. Está lindo :)!
Beijo!

lagrima disse...

Acabei de passar um tempão no teu "Olhares" ;)
Amei... fotos e poemas :)))))
Lindo. Bj.

Isabel José António disse...

Querido Amigo António Gallobar,

Lindo poema sobre as interrogações do futuro. Parabéns.

Mas o segredo está em viver atentamente o PRESENTE. Se estiversos com a nossa atenção plena, devidamente concentrada em cada momento, e nele introduzirmos a ÉTICA, certamente as forças do Universo de reorganizarão para nos proporcionar aquilo que a força da nossa intenção intyroduzir nas energias cósmicas.

Um grande abraço

José António

L.N.J. disse...

El éxtasis del amor, el instante del orgasmo, de la caricia, del abrazo...

Muy bonito.