Translate translator 翻訳 Переводчик

Contador de visitas

contador de visitas

Na incerteza dos dias...








Urgente reencontrar caminho

redefinir os sentidos

lá no fundo da alma esquecidos

onde se perdeu a essência do ser.


(Na incerteza dos dias… )



É urgente reaprender a sorrir

procurar na memória perdida

amnésia triste e solitária vida

de quem se esqueceu de viver.


(Na incerteza dos dias…)


Descompasso incerto, não saber...

sim, por vezes desconcertante...

Urge redefinir rumo, inspirar o instante

É urgente viver, acreditar no porvir


António Gallobar

12 comentários:

Everson Russo disse...

Na incerteza que nos acolhe o dia a dia vamos aprendendo a considerar todos os atalhos dos caminhos...abraços de bom dia pra ti amigo.

LUZ disse...

Bom dia António,

É urgente o AMOR, dizia Júlio Roberto. Sem dúvida. O resto, virá, por acréscimo.

Abraço.

... "re" ... disse...

Boa Tarde amigo... Espero que tu estejas bem!

Pois é as vezes sobe-se tão depressa que não encontramos nada lá em cima,e dá-nos vontade de descer o mais rapido possivel.

A subida é tão ou mais importante quanto a dificuldade de a fazer.

Te senti amargo no comentário que deixaste la no meu canto, deixei´te resposta por lá.

Bacio grande anima... Buona restinnho della settimana
Sembra buono...

. intemporal . disse...

.

.

. talvez mais do que urgente . é ascese ascendente . é missão imortal .

.

. um abraço ,

.

.

Sonhadora disse...

Meu amigo

É urgente amar...seguir caminhos que nos tragam a felicidade.

Deixo um beijinho e que 2012 seja feito de paz e amor.

Sonhadora

Emília Pinto e Hermínia Lopes disse...

Belo poema incentivando-nos a ter esperança nestes tempos tão difíceis e tão conturbados; nesta correria frenética, nesta nossa constante preocupação com a crise financeira, estamos a esquecer-nos do mais importante, do SER.Não são boas as crises, mas é tempo de começarmos a pensar mais nos afetos e menos no dinheiro; ele faz falta, mas que faremos com ele sem os sorrisos, os abraços, as palavras dos amigos? É tempo de recomeçar, é tempo de mudar consciências, de valorizar aquilo que temos esquecido nesta nossa ânsia de ter cada vez mais. Na incerteza dos dias tentemos encontrar a certeza do amor, da amizade, do valor dos pequenos gestos. Só assim conseguiremos vencer os desafios destes tempos incertos. Parabéms amigo e obrigada pela partilha deste poema cheio de esperança. Um beijinho
Emília

Arnoldo Pimentel disse...

Muito bom seu poema, parabéns.

BRANCAMAR disse...

Se o poema tem uma mensagem profunda e lindíssima, as fotografias não lhe ficam atràs, quer a que ilustra este texto, quer a do cabeçalho, pelo que vi no vídeo, obtidas no Museu do Louvre.

Sempre de muito bom gosto e grande profundidade o que aqui se partilha.

Beijos
Branca

Maria João disse...

Sim, António

É urgente!

Reencontrar um sentido, um farol que nos guie de dentro e nos faça ver o horizonte para além das coisas inúteis. É preciso deixar que o sol se deite no leito do rio e volte a aquecer as águas... a razão de existir não permite que nos abandonemos à dor das pedras e o futuro é já agora.

Um abraço

... "re" ... disse...

Meu amigo querido...

A felicidade é como uma borboleta, quando corremos atrás dela ela foge e quando desistimos ela pousa em nós.

Espero que estejas bem. Grata pelo carinho sempre...

Bacio affettuoso... Buona settimana

Mar Arável disse...

A vida é um caminho
com muitos apeadeiros

Resistir é preciso

Anónimo disse...

O amor e a saudade sempre viveram juntos.
Mas devemos sim saber equilibrar os dois.
Na sua alma navegam ondas, sombras de magoas e saudades.
assim defino seu poema.
Que seu corpo seja iluminado pelos raiso da lua.
Beijinhos de luz e paz em seu coração.