Translate translator 翻訳 Переводчик

Pontes em vez de muros

Pontes em vez de muros


Construam pontes em vez de muros
abram novos caminhos rumo ao futuro
levanta-se a estrela polar no firmamento
cai redondo ao chão o muro de maduro

Grilhetas e amarras utópicas
conceitos, padrões, tudo normalizado
fazem com que a vida prossiga
de forma e do jeito controlado

A represa romperá rápida e de repente
pela frente tudo levará, qual enxurrada
lavará a vida, ficando com alma renovada

Nada impedirá de seres feliz finalmente
recolhe com cuidado a pedra do caminho
enfrentando os perigos, segue o teu destino




.







Olá meus queridos amigos (as), esta semana não foi nada fácil seleccionar um novo blog para blog da semana, tal como tinha prometido há tanto por onde escolher com tanta qualidade que se tornou difícil mas o blog CUIDANDO DO NOSSO GRANDE CANTEIRO é uma aposta ganha também pelo menos eu acredito, que vale a pena cuidar do nosso planeta para bem de todos. fica o convite feito, não percam. Parabéns à nossa amiga Chica, pelos seus blogs fantásticos.





António Gallobar

11 comentários:

Francisco disse...

Amigo António.
Você não tem ideia de como esse seu poema, veio a cair "como uma luva" no meu momento atual.
Muito obrigado!
Um grande abraço!

Lau Milesi disse...

Olá Antonio!! Muito lindo seu poema!! Lembrei de Shakespeare: "Se você se sente só, é porque ergueu muros em vez de pontes".
Um abraço

.Lis disse...

Oi Antonio
Uma escolha muito merecida. Conheço o blog "Cuidando do nosso grande Canteiro" e sempre vou lá pra dar força as recomendaçoes da Chica , apoiando a necessidade de preservar nosso lindo planeta.
A poesia é muito oportuna , as pontes aproximam e temos a espera da chegada .
boa noite e meus abraços

Lúcia Amorim: disse...

Boa noite Antonio,
"...A represa romperá rápida e de repente
pela frente tudo levará, qual enxurrada
lavará a vida, ficando com alma renovada..."
Talvez almas lavadas rompidas pela força mágica da enxurrada que rompe a vida.
Carinho Lúcia

Chica disse...

Puxa,Antonio! Fiquei feliz em ver meu canteiro que cuida do nosso interior ser indicado por ti.. Eu não faço promoção, não faço selinho, não crio novidades , por isso me espanto até de ver.Sou uma blogueira bem quieta, na minha que apenas posto e comento...Nem sabes como me fez bem! Obrigado,tudo de bom,chica

Lídia Borges disse...

Um bonito soneto!

L.B.

Pedaços de Tempo disse...

Caro António,

Gostei e subscrevo o seu poema "Pontes em vez de muros"!

Infelizmente, a vida (e o homem) apresenta mais muros do que pontes...

Parabéns,
CR/de

Chica disse...

Obrigado,novamente,Antonio! Tua poesiaé linda! abração,chica

Adriana Godoy disse...

Lindo Gallobar, construam pontes ao invés de muros..um soneto dos mais belos. beijo.

Alvaro Oliveira disse...

OLÁ AMIGO ANTÓNIO

BELO POEMA! PARABÉNS.
LHE DESEJO UM BOM FIM DE SEMANA, AMIGO.

UM ABRAÇO

ALVARO

Chica disse...

Passei novamente pra agradecer e desejar lindo domingo!abraços,chica