Translate translator 翻訳 Переводчик

.
Repartir a lua contigo
.
.




Quero sentir-me nesta terra
ouvir-me deste lado
amar-te neste canto
não acordar deste sonho
e viver esta vida
contigo meu amor


Sonhar de novo
ser outra vez namorado
beijar-te neste encanto
sentir-te como suponho
repartir contigo a lua
e viver este belo
sonho de amor


António Gallobar

10 comentários:

Paula Raposo disse...

Tão bonito poema! Eu também gostaria de tudo isso!! Beijos.

ATRIBUTOS disse...

Meu caro amigo,

apesar do endereço deste seu sítio estar na lista dos meus favoritos, confesso que ão o tenho vindo visitar. Também não tenho postado fotografias em lado algum, pelo que ando "escondido".
Vim até cá hoje. Adorei este seu poema, e a fotografia que o acompanha.

Um grande abraço do

José Magalhães

Adriana Godoy disse...

Gallobar, tenho andado sumida, mas pude ler seus poemas e me encantei com todos. Senti você bem romântico e isso faz bem à alma. Parabéns por seu trabalho. Beijos.

DIABINHOSFORA disse...

Lindo, esse repartir da Lua!

Beijinho

Delirius disse...

Os teus poemas estão muito belos, António!
Parabéns.

Beijo

b disse...

SERÁ MESMO O AMOR UM SONHO?

CPDL disse...

FENOMENAL!!!!
Quando venho ao seu blog perco-me.
Abraço

Eliana Gerânio Honório. disse...

Carambolas!

Muito bom!

Maria João disse...

António

É simples a linguagem dos poetas, porque simplesmente escrevem com a alma e o sonho entre os dedos.
Que nunca o homem esqueça o que a alma lhe dita!

Um abraço

Paa disse...

AAAH QUE LINDO!
a cada linha que lia, mais eu quer ler, esse é o segredo dos seus posts, despetam a vontade da leitura!

beijinhos