Translate translator 翻訳 Переводчик

Contador de visitas

contador de visitas
O pedido de namoro...





Ficaram a olharem-se sem nada dizerem, simplesmente olhando olhos
nos olhos. Para Raul era um momento único, ficar a sós, com a rapariga dos seus sonhos. Raul disse-lhe baixinho, como quem se confessa, de algo que o atormenta:

- Sabes..., tenho pensado muito em ti!

Ela pareceu ficar um pouco envergonhada e apenas lhe disse “Eu também...”. Ficaram novamente calados por breves instantes, pareciam querer entender-se. Raul pegou nas mãos delicadas de Eugénia, sentiu-as estremecerem ligeiramente, com suavidade inclinou a cabeça e beijou-as num impulso impensado. Ela olhou para ele e disse-lhe, bem mais decidida do que ele:

- Queres namorar comigo?

- Se quero, é mesmo o que mais desejo!... Respondeu-lhe Raul sem hesitar.

- Gostei do beijo, mas podias ter escolhido um sítio melhor...

- Onde?

- Assim!

Abrindo os braços, Maria Eugénia, avançou para ele e deu-lhe um beijo apaixonado, na boca.

Protegidos pelos arbustos do quintal de Joaquim, ficaram mais uns instantes abraçados. O coração de ambos bateu loucamente, ouvia-se a quilómetros de distância, tal a intensidade reciproca da paixão, própria de quem ama, não importa ter dezasseis, ou sessenta e um anos, é igual. Quando esse dia chega nada no mundo mais interessa, se há pai ou mãe que não queira, se pode ou não se pode... O importante é estar próximo de quem se ama, só o estar próximo já é bom, aquele beijo!... Oh que fantástico beijo pensava Raul, tudo o que fez, valeu a pena, Nem sabia como encontrou coragem, para a beijar, era incrível namorar com aquela rapariga tão fantástica! Este era um daqueles momentos inesquecível para qualquer ser humano.

Ao longo da vida, recordamos estes momentos que nos marcaram para sempre. Com o tempo, por vezes esquecemos emoções como estas, tão lindas, confundimos o amor com outras coisas, habituamo-nos uns aos outros e deixamos o amor arrefecer. O amor precisa de uma porta aberta, para que por ela entre uma brisa, mesmo que ligeira para que o braseiro do amor não se extinga e permaneça vivo. Quando se olha para trás, e se vê dentro da nossa cabeça, imagens gravadas a ouro, simples e puras, como esta, que nos fazem despertar para lado bom da vida e fazem de nós seres humanos únicos, capazes de saber preservar e prolongar estes momentos, que por vezes não passam de simples troca de olhares, ou simplesmente um beijo apaixonado, que por ser o primeiro é único, capaz de conseguir mudar toda uma vida.



Texto retirado do meu livro
Encontro com a vida

2 comentários:

João MC Santos disse...

Uma história de grande sensibilidade e uma narração exemplar.
Obrigado meu amigo pelas tuas palavras no meu Blog, e aos poucos as coisas vão-se compondo. A dieta e o tratamento felizmente estão a fazer efeito. O resto virá por acréscimo e com o tempo.
Um abraço e continua a escrever histórias bonitas. Eu irei ler todas as que aqui tens

Emanuel Azevedo disse...

Composição de grande beleza o que nos é apresentado neste blog.
Imagino como deve ser lindo o livro.
Parabéns!
Um forte abraço de Angra do Heroísmo.