Translate translator 翻訳 Переводчик

Contador de visitas

contador de visitas

Vamos conquistar o mundo




O beijo apaixonado


 
Ficaram a olhar-se sem nada dizerem, simplesmente olhos nos olhos. Era um momento único, ficar a sós com ela e logo, com aquela rapariga… a rapariga com que se ocupava em seus sonhos. Disse-lhe baixinho, como quem confessa algo que o perturba mesmo muito, que há muito o atormenta:

-Sabes? Penso, muito em ti!

Ela emudeceu, pareceu corar, talvez, aquelas palavras a tivessem deixado ficar um pouco envergonhada, esperava, porém achava que não as ouviria, pelo menos tão cedo, mas gostou do que escutou, balbuciou como que ensimesmada, apenas lhe disse algum tempo depois, depois de ponderar, se devia dar alento àquela súbita investida, respondeu-lhe com um sorriso nervoso

-Tem a sua graça… eu também...”.

Deixaram-se ficar calados por breves instantes, pareciam estar a querer entender-se. Raul pegou nas mãos delicadas de Eugénia, sentiu-as estremecerem ligeiramente, com suavidade inclinou a cabeça e beijou-as num impulso quiçá impensado. Ela olhou para ele e disse-lhe, bem mais decidida do que ele:
-Queres namorar comigo?

-Namorar… contigo! É o que mais desejo... Respondeu prontamente.

-Gostei do beijo, mas podias ter escolhido um sítio melhor...
-Onde?
-Assim!
Maria Eugénia, avançou, deu-lhe um beijo apaixonado, na boca.

Protegidos pelos arbustos do quintal de Joaquim, ficaram mais uns instantes abraçados. O coração de ambos bateu loucamente, ouviam-se a quilómetros de distância, tal a intensidade recíproca da paixão, própria de quem ama, não importa ter dezasseis, ou sessenta e um anos, é igual. Quando esse dia chega nada no mundo interessa, se há pai ou mãe que não queira, se pode ou se não se pode... O importante é estar próximo de quem se ama, só o estar próximo já é bom, aquele beijo!
Oh que fantástico beijo pensava o rapaz, tudo o que fez, valeu a pena. Nem sabia como encontrou coragem, para a beijar, era incrível namorar com aquela rapariga tão fantástica! Este era um daqueles momentos inesquecível para qualquer ser humano.
Ao longo da vida, recordamos estes momentos que marcaram indelevelmente para sempre. Com o tempo, por vezes esquecemos emoções como estas, tão lindas, confundimos o amor com outras coisas, habituamo-nos uns aos outros e deixamos o amor arrefecer. O amor precisa de uma porta aberta, para que por ela entre uma brisa, mesmo que ligeira para que o braseiro do amor não se extinga e permaneça vivo. Quando se olha para trás, e se vê dentro da nossa cabeça, imagens gravadas a ouro, simples e puras, como esta, que nos fazem despertar para lado bom da vida e fazem de nós seres humanos únicos, capazes de saber preservar e prolongar estes momentos, que por vezes não passam de simples troca de olhares, ou simplesmente um beijo apaixonado, que por ser o primeiro é naturalmente único, capaz de conseguir mudar toda uma vida.

Contigo vou ensaiar os passos
para conhecer o mundo
em passos insinuantes
enleados na volúpia
dos dias


Anda,
mostra o caminho
para não me sentir perdido,
nessa valsa.
eu sigo levitando
nesse sonho
bem acordado.


Ah... 
chamas-me poeta
pedra angular,
esteio
sonhador
mas que sou, senão
o homem que sonha
que apenas tenta aprender a viver
com todas as suas forças.


A tua mão me espera...
convite irrecusável.
para quem ama a vida
Vamos?
vamos...
O mundo nos espera.

4 comentários:

Everson Russo disse...

Os passos do amor encontrando o abrigo de um coraçao...abraços de boa semana pra ti meu amigo.

Maria João disse...

Ensaiamos passos de mãos dadas e são maiores, assim, todas as conquistas.

Um abraço, António.

Everson Russo disse...

Um belo dia pra ti meu amigo...abraços.

Arnoldo Pimentel disse...

Um belo e suave poema, parabéns.Muito bom seu espaço, já sigo.Parabéns.