Translate translator 翻訳 Переводчик


Apenas o principio
Olha atentamente o reflexo, sorri para ti
Olhos tristes, por eles meio mundo se perdeu
Saboreia calmamente as vitórias, do que é teu
estás diferente, hoje
quase não te conheci.

Mas eu sei que és tu mesma
, olha-me com calma
Voa livre ignorando o que ficou, esquece o mundo
Acabaste de acordar tonta, de um sono profundo,
sem o quereres te renovou por completo a alma

E nesse sono de mudança que antevê futuro
Deixa tudo quieto, apenas interessa o porvir
quedou-se a tua leviana juventude, sem sentir.

Mas o espelho mostra, ainda há uma réstia de ti
Castigaste demasiado o corpo, quase arruinaste a vida
chegada ao ponto zero, hora de iniciar a subida.

3 comentários:

Ana Martins disse...

Muito bonito António, gosto imenso de sonetos!

Deixo um beijinho com votos de um Santo e Feliz Natal, muita saúde, paz e amor!

Ana Martins

Dom Quixote (Thomaz) disse...

Sempre muito boa sua pesia, Antônio. Feliz Natal e muito sucesso em 2011!

JAIRCLOPES disse...

António,
Alguém disse que o soneto é a forma poética mais nobre dentre todas. Teu soneto jus a definição, parabéns.